LER, PENSAR E ESCREVER


Matina à noite, amanhã

Saio amanhã cedo, para ministrar uma palestra (Os sete pecados capitais e as virtudes da educação), à noite, em Matina, cidade da Bahia, nome poético — cidade nova, fundada em abril de 1989. Vejamos a sua localização...

 

Cidade que amanhece. Também na educação temos de amanhecer, todos os dias. Levantar mais cedo para ajudar o sol a nascer.



Escrito por Gabriel Perissé às 23h14
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Biblioterapia

 Há tempos não soltava umas boas gargalhadas. O livro de Camilien Roy, A arte de recusar um original (Rocco), faz graça com a tragédia de ver nossos textos devolvidos por uma editora. Recomendo. É terapia para escritores iniciantes, ou mesmo veteranos. E, em sentido amplo, para quem precisa aprender (todos precisamos) a lidar com o fracasso.



Escrito por Gabriel Perissé às 14h18
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Encontro com David Leroy

Ana Lasevicius me apresentou hoje ao ator David Leroy. Longa conversa na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Encontro registrado por Lígia Perissé:

Recentemente, David, que é uma fonte de histórias e ensinamentos, concedeu uma entrevista à Rádio Brasil MPB. Esta é a chamada:



Escrito por Gabriel Perissé às 21h02
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Kafka no ensino superior

Nesta edição de fevereiro da Revista Ensino Superior, foi publicado um breve ensaio meu, Lições kafkianas:

Os escritores, sem a pretensão de nos ensinar coisa alguma, transformam suas obras em aulas de humanização. Uma leitura educadora parte desse pressuposto: ler é aprender numa escola feita de palavras com um mestre da linguagem.

As aulas kafkianas são das mais estranhas. Os escritos de Franz Kafka (1883-1924) nos fazem encarar o mundo, a sociedade e a nós mesmos como realidades que ainda não conhecemos o bastante. Levam-nos a pôr em xeque pensamentos prontos e ações rotineiras. Num de seus aforismos, retirado do livro póstumo Considerações sobre o pecado, a dor, a esperança e o caminho verdadeiro (1931), o autor tcheco avisa a si mesmo e a cada um de nós: "És a tua própria lição de casa".

Continua aqui.



Escrito por Gabriel Perissé às 14h30
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Sapiranga

Estive ontem em Sapiranga, cidade gaúcha, relativamente perto de Porto Alegre.

Fiquei impressionado com as atividades da secretaria de Educação. Meus parabéns ao prefeito Nelson Spolaor e à secretária da Educação Cleide do Prado! A conversa com os professores (800 pessoas lotaram o auditório) não poderia ter sido melhor.



Escrito por Gabriel Perissé às 08h31
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Mais um livro

Está saindo do prelo o meu segundo livro deste ano: O livre-educador.

Trecho do texto na contracapa:

Em livres-educadores todos podemos nos transformar. Os pais e os professores, em primeiro lugar, e toda e qualquer pessoa atenta à realidade social. O livre-educador faz suas críticas. E está disposto a assumir integralmente a responsabilidade que lhe corresponde.



Escrito por Gabriel Perissé às 18h04
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Entrevista sobre a educação brasileira

Essas três ações — ler, pensar e escrever — dependem de uma escola melhor, de professores melhores. A longa entrevista que o ministro da Educação Fernando Haddad concedeu ao UOL oferece informações e reflexões a respeito. Vale a pena assistir.



Escrito por Gabriel Perissé às 21h02
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Dar voz aos professores

Os professores em Brasília e no Estado do Rio de Janeiro começam o ano letivo com voz forte. Poderão utilizar microfones em sala de aula. Está aí um pequeno mas importante avanço. A entrevista sobre a iniciativa no Rio é muito boa.



Escrito por Gabriel Perissé às 09h15
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




A vida, obra de arte

 Em seu A arte da vida (Zahar, 2008), Zygmunt Bauman me diz que a vida é uma obra de arte. O artista (eu, ele, você, nós) pode escolher. Tem um espaço de criação. Pode fazer escolhas que configurem o seu existir. Pode alterar sua forma de viver. Encaminhar-se em meio a tantos caminhos.

Sim, existem condições externas, condições limitadoras, barreiras, realidades intransponíveis. Mas não é sempre assim em todas as artes? Desconheço o conjunto total das palavras, mas com as que eu conheço posso criar o meu texto. Minha força é insuficiente para manipular determinados materiais, na escultura, na pintura, na arquitetura. Se sou dançarino, os limites do corpo estão sempre à flor da pele. Minha conexão à internet determina em boa medida a minha prática blogueira...

A hora em que decido acordar. Os antigos sabiam. Deus ajuda a quem cedo madruga. Ver o dia nascer é nascer com o dia, criar com a Criação.



Escrito por Gabriel Perissé às 11h32
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Pensamento em dia

Errar é humano, admitir o erro é acertar, e corrigir-se é viver.



Escrito por Gabriel Perissé às 12h50
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Novo livro

Estética & Educação

Acaba de ser lançado meu mais novo livro. Meu 18º livro. Terceiro pela excelente Editora Autêntica, de Minas Gerais. Estética & Educação. No site da Autêntica, mais informações, e um trecho do livro para abrir o apetite.



Escrito por Gabriel Perissé às 06h47
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Entrevista

Ontem, entrevista para o site da Editora Saraiva sobre temas educacionais, a ser publicada em breve. Toda entrevista é expressão de um ponto de vista. E ocasião para que o próprio entrevistado se entreveja. A fotógrafa Ana Lasevicius registrou o making of:



Escrito por Gabriel Perissé às 08h21
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Pecados e virtudes

Chegando neste momento de Monte Azul Paulista.

Ontem, conversei (gosto de chamar de "papestras" as palestras) com os professores do município sobre os pecados e as virtudes da educação, sobre o caos e o cosmos, sobre a Idade Média (mimeógrafo) e a Idade Mídia (blogs, celulares, Google...), sobre a formação docente, avaliação, a arte de ensinar e outras questões já conhecidas mas sempre relevantes.



Escrito por Gabriel Perissé às 07h02
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Quem pensa na casa

Morar numa casa. Numa casa com asas. Voar lá dentro, para fora. A casa em que você mora, em que você ri e chora, em que você ama e dorme, come e brinca, lê e escreve, pensa e morre. A casa para a qual você corre no fim do dia. Na casa, teto e paredes, escada e jardim, banheiro e cozinha, quintal e copa, sala e quartos, janelas e portas.

Na casa, você conversa com aqueles que ama e admira. Você faz versos. Você se veste e se despe. Você recepciona e se despede. Na casa, você anda descalço, toma remédio, toma café, troca lâmpada, lava louça, tira soneca, vê TV, xinga político, beija filhos, faz de tudo um pouco.



Escrito por Gabriel Perissé às 09h39
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Augusto dos Anjos. E das ciências.

Já está na web, e em breve nas bancas, novo artigo meu (Revista Educação). O tema é a poesia de Augusto dos Anjos... fascinado pelas ciências, ou ao menos pelas palavras científicas.



Escrito por Gabriel Perissé às 22h21
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




A escola viva

Na escola, momentos bons, injustiças gritantes, professores geniais, professores histéricos, alunos considerados lerdos, alunos considerados brilhantes, tristeza, alegria, medos, conquistas, salvação, perdição, aprendizado, humilhação, possibilidades, impossibilidades... Tudo isso vem à minha mente, lendo Diário de escola, de Daniel Pennac. O livro foi publicado pela Editora Rocco, no ano passado.



Escrito por Gabriel Perissé às 20h55
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Santa Maria da Vitória

Localização de Santa Maria da Vitória - BA Aqui, depois de 7 horas de estrada, em Santa Maria da Vitória (BA). Cidade pequena, expectativas grandes. Distante, mas não perdida. Agora mesmo, do hotel, atualizando o blog.



Escrito por Gabriel Perissé às 08h42
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




No coração do Brasil

Neste exato momento, estou em Brasília, a caminho de Santa Maria da Vitória (BA). Uma longa viagem. Para conversar com os professores de lá sobre a arte de ensinar.



Escrito por Gabriel Perissé às 21h10
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Conversando com professores

Ontem, em Jacarezinho (PR), conversando com os professores. E entendendo, com eles, a verdade do que dizia Franz Kafka: "Tu és a tua própria lição de casa." Grande sintonia com a Secretária de Educação Municipal, Profª Laura Lemes Gomes do Amaral.

 Foto: Vinicius Piantavini.



Escrito por Gabriel Perissé às 20h21
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




No interior do Paraná

"Minha vida é andar por este país... pra ver se um dia descanso feliz..." (Gonzaguinha)

Hoje, entre Londrina, Jacarezinho, Arapongas e Mandaguari, para conversar com os professores, neste novo início de ano letivo, sobre a arte de aprender e deixar os outros aprenderem!



Escrito por Gabriel Perissé às 11h03
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]




Professores que leem, pensam e escrevem

Pedro Demo acaba de lançar um livro pela Editora Alphabeto (Ribeirão Preto): Professor autor.

Pedro Demo

Ser professor, viver a profissão do professor requer a construção da autoria docente. Autonomia e autoria são conceitos irmanados. O restante (compreendo com a ajuda de Pedro Demo) é aula rotineira, formalidades vazias, falta de projeto. Como podemos, afinal, exigir dos alunos que sejam autores, se não criarmos nossa própria obra?



Escrito por Gabriel Perissé às 18h25
[   ] [ quero enviar este texto para alguém ] [ visite o site do autor ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  Gabriel Perissé
  Nova Ortografia
  Ana Lasevicius - O Itinerário do Olhar
  Ana Lasevicius - Tá na Roda
  Paulo Netho - Balaio de Dois
  Alcides Martins Fontes Jr. - Rádio Brasil MPB
  Fernando Lessa
  Luiz Costa Pereira Jr. - Segura no texto



O que é isto?